Duas equipes da Firjan SENAI SESI estarão na competição nacional de robótica em São Paulo - Escola Firjan SESI

Blog

Agora os alunos estão na fase de preparação para o Festival SESI de Robótica (FTC)

Preparar equipes para participar de campeonatos de robótica também faz parte de uma estratégia maior do ensino Firjan SENAI SESI. Duas equipes da unidade Jacarepaguá vão competir na etapa nacional do Festival SESI de Robótica na categoria First Tech Challenge (FTC), em São Paulo, entre 27 e 29 de maio. “A participação só fortalece e faz crescer o compromisso de engajar mais equipes e desenvolver a robótica no estado do Rio de Janeiro. Acompanhamos alunos que já estão há mais de três anos nas equipes e percebemos o quanto eles evoluem e desenvolvem as habilidades necessárias para a competição em pouco tempo. O engajamento é muito grande e promissor. A educação transforma a vida e a postura frente aos novos desafios, com a experiência de trabalho em equipe e de âmbito profissional que os alunos vão levar para a vida toda”, destaca Simone Caires, analista de Educação Básica da Firjan SESI.

Dessa vez, vão competir uma equipe veterana, a Alpha Technology, que já teve três premiações oficiais e uma não oficial, e a novata Alpha Byte, estreante em torneios nacionais. Uma das ações da competição é trabalhar em prol da comunidade, a fim de disseminar o conhecimento. “Os alunos aprendem muito com essas ações que convergem em benefícios de outros”, explica Simone.

Ana Clara Joaquim, aluna do 2º ano do Ensino Médio e integrante da Alpha Technology, conta que a equipe já contactou colégios próximos à Escola Firjan SESI Jacarepaguá. “Na escola particular combinamos de fazer uma gincana de robótica durante uma semana e ainda vamos marcar uma atividade também em um colégio público, como parte do requerimento da competição”. Além disso, um dos integrantes da equipe está fazendo vídeos no YouTube para capacitar outras equipes em softwares. Já na Alpha Byte, uma participante que foi aluna de escola pública apresentou o projeto para seus ex-colegas.

Ações sociais também estão presentes nesse aprendizado. Durante a pandemia, a Alpha Technology arrecadou duas toneladas de alimentos e 12 litros de água numa campanha que começou na escola e atingiu as ruas do bairro.

No torneio nacional, Ana Clara quer conquistar o prêmio principal. Desde que entrou na equipe, a estudante percebeu sua própria evolução. “Vejo o quanto eu aprendi e que vai me ajudar no mercado de trabalho. São habilidades de organização, confiança e comunicação”.

Os robôs, construídos no FabLab da Firjan SENAI SESI Jacarepaguá, passam por desafios de arena como transporte, alocação de bolas e faixas com pesos diferentes e ainda são analisados quanto a critérios como design. Miguel Ozana, do 3º ano do Ensino Médio e integrante da Alpha Byte, está apostando no design do robô: “Devido aos recursos do nosso FabLab, conseguimos um visual melhor. O robô não é só de metal, é colorido e tem partes em MDF. Além disso, usamos programação avançada em Java”.

Com o incentivo de professores e técnicos, o percentual de meninas nas equipes em Jacarepaguá aumentou para 42% este ano. Mas acima de tudo, o programa prepara para o mundo do trabalho. “Os alunos experimentam uma parte de organização de empresas, cumprimento de prazos e cultivam a ideia do empreendedorismo”, destaca o professor de matemática e robótica Johnnatan Schubert, que é técnico e mentor das equipes.